Arraiolos, próximo de Évora

Arraiolos, próximo de Évora

Castelo de Arraiolos - Entre 1305 e 1306, durante o reinado de Dom Dinis, este castelo, conhecido como Paço dos Alcaides, foi erguido, no cume do monte de São Pedro, em estilo romântico-gótico. Entretanto, o castelo começou a sofrer abandono, por ser um local frio e desagradável para se habitar.

Após o desfecho da crise de 1383-1385, os domínios da vila e seu castelo foram doados a Dom Nuno Álvares Pereira. Entre 1385 e 1390, partiram daqui diversas expedições militares do Condestável contra Castela.

Ao final do século XVI, o Paço dos Alcaides ainda era habitado, fechando-se todas as noites pelo sinal do sino. Em 1613, o castelo encontrava-se em avançado estado de ruína.

Já na época da Restauração da Independência portuguesa, sob o reinado de D. João IV (1640-1656), o muro da povoação e o seu castelo receberam obras de remodelação por necessidades estratégicas. Poucos anos mais tarde, voltava a apresentar ruína, com a Torre de Menagem fendida e abandonada e o Paço dos Alcaides inabitável. Um século mais tarde, o terremoto aumentou-lhe os danos e, em 1833, o pátio serviu de cemitério para as vítimas de cólera na região.

Em 1910, foi restaurado e declarado Monumento Nacional.

Destaca-se, na praça de armas do castelo, a Igreja do Salvador, que serviu de Igreja Matriz da vila no tempo em que a população vivia intramuros. Edificada no século XVI, passou por obras em 1874, que desfiguraram o templo inicial, restando apenas a abóbada reticulada.

Comments are closed.